terça-feira, 22 de março de 2016

MINECRAFT - O mal atrás de um jogo inocente.

Satanismo no Minecraft




Uma das táticas do satanismo para levar varias crianças, adolescentes e até adultos para o mundo do ocultismo, é justamente a aparência inofensiva e despretensiosa, do jogo MINECRAFT, que tem viciado mais de 18 milhões de jogadores pelo mundo inteiro.

Com uma aparência simples no estilo ‘’lego’’ onde o jogador da lugar a criatividade podendo criar através de blocos retirados do chão com ferramentas simples de um minerador vai se tornando ao longo do jogo um caminho para introduzir de maneira subliminar e sutil a iniciação de uma das artes ocultistas mais antiga, a ‘’ALQUIMIA’’.

O maior objetivo dos alquimistas era de transformar metais comuns (denominados como inferiores) em ouro, e para isso deveriam reproduzir um dos maiores ícones da transmutação alquímica  conhecida como ''A PEDRA FILOSOFAL'', que sendo descoberto a formula de sua criação, poderia o seu possuidor transformar qualquer metal inferior em ouro.

Um dos alvos de qualquer alquimista era também produzir através da alquimia o ''ELIXIR DA VIDA'', e quem descobrisse tal elixir teria em suas mãos a formula da vida eterna.


OCULTISMO SUBLIMINAR DO MINECRAFT


Markus Alexej Persson, também conhecido como ‘’NOTCH’’ pela comunidade crafteira, no ano de 2010 lançou uma atualização chamada pela comunidade de HALLOWEEN UPDATE, onde foram lançados portais de acesso a mundos, que chamam a atenção para qualquer cristão que presa pelas verdades da bíblia sagrada.

Portal para o ‘’NETHER’’ (segundo a tradução significa inferior) e pelas principais comunidades como, por exemplo, a MINECRAFT WIKI, onde em um de seus artigos é denominado como Submundo ou ‘’INFERNO DO MINECRAFT’’.
Para se ter acesso ao portal Nether, o jogador devera criar com blocos o tal portal para entrar no Inferno do minecraft. Os jogadores que evoluem no jogo começam a adquirir no Nether (inferno) matéria prima (fungo nether, areia de almas, obsidian etc...) para manipularem e através de Poções das mais variadas prroduzirem encantamentos e infligirem vários danos aos outros jogadores.

  MOBS são personagens criados por notch que possuem inteligência artificial, e que na realidade representam entidades espirituais do Inferno.

Alguns MOBS demoníacos



ESQUELETO WITHER (WITHER significa murchar, secar, enfraquecer) esse mob pode ser invocado no Over World
 (conhecido como Mundo normal) através de um bloco com a matéria prima de nome peculiar e espiritualístico chamado de AREIA DE ALMA onde três crânios de wither são dispostos em formato de um ‘’T’’ na AREIA DAS ALMAS. Vários sites de comunidades do minecraft e canais no youtube ensinam os jogadores a invocar este MOB que tem sua origem no Nether, onde na realidade em linguagem espiritual estão invocando demônios do Inferno que no minecraft é representado como Nether.
A bíblia e clara quando diz: Ef 5.11   E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as.


Endermen  é um mob que tem qualidades de um demônio, por exemplo, ele pode se teletransportar e tem uma força descomunal, e sua origem e uma dimensão infernal chamada pelos crafteiros como THE END (o fim)

BRUXA A bruxa joga poções de lentidão, veneno e dano instantâneo. Ela Também toma poções de regeneração,resistência ao fogo e vida instantânea. A bruxa aparece somente em casinhas no pântano e quando está de noite, durante o dia o seu Spawn é desativado. Suas casas são muito simples com uma mesa de trabalho e um caldeirão.
GHAST são água-vivas muito grandes, como mobs que flutuam pelo ar e atiram bolas de fogo de suas bocas. Seus corpos são 4 por 4 por 4 blocos com nove tentáculos com pernas penduradas no fundo. Eles apareceram pela primeira vez na atualização do Halloween. Ghasts são capazes de gerar em qualquer lugar do Nether.(o inferno do minecraft)
Alquimia e satanismo no minecraft 
A proximidade dos elementos como metais, minerais, e plantas do minecraft são na realidade os mesmos da alquimia. Existem caldeirões, suportes de poções, livros de encantamento, altares de encantamento, mesas de encantamento e tutoriais em diversos sites de adeptos do jogo que ensinam passo a passo como, por exemplo, usar o caldeirão no processo da alquimia chamado de fermentação. Ensinamentos satanistas que introduzem o jogador ao satanismo  ensinando a fazer poções de enfraquecimento, regeneração e outras que causam danos.

O que chama a atenção é que a maioria dos ingredientes para fazer as ditas poções (que são feitiços) vem do submundo nether, ou melhor, inferno. Outro fato interessante e que as armas do jogo tem um melhor desempenho quando elas passam por uma seção de encantamento, e os feitiços para as armas de maior poder são feitos nas mesas e altares de encantamento através de livros encantados e elementos da alquimia.
A alquimia é matéria básica para o satanismo e por esse motivo o jogo minecraft incentiva o jogador a conhecer tal pratica. A bíblia sagrada menciona no livro do Apocalipse que este conhecimento é na realidade as profundezas de satanás

 Ap 2.24  Mas eu vos digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei.

O aprendizado e a pratica da alquimia, coloca o individuo  ao longo do tempo no mesmo patamar de um feiticeiro, e o jogo minecraft nada mas é, do que um instrumento satânico para iniciação e familiarização de um futuro bruxo.

(Lv 19:31) Não vos voltareis para os que consultam os mortos nem para os feiticeiros; não os busqueis para não ficardes contaminados por eles. Eu sou o Senhor vosso Deus.

(Lv 20:6) Quanto àquele que se voltar para os que consultam os mortos e para os feiticeiros, prostituindo-se após eles, porei o meu rosto contra aquele homem, e o extirparei do meio do seu povo.

(Ap 21:8) Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.


A bíblia nos orienta a sempre ensinar os nossos filhos no caminho em que devem andar, ou seja o caminho do Senhor Jesus. Nossos filhos devem compreender que o Senhor Jesus é o caminho a verdade e a vida, e por isso não devemos deixar que ferramentas e entretenimentos com fins satânicos influenciem nossos filhos nas verdades espirituais, os tirando da direção do reino de Deus.

(Pv 22:6) Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.

(Jo 14:6) Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.


Vultos e personagem da Alquimia
Nicolas Flamel (Pontoise1330 ou 1340 Paris22 de março de 1418) foi um escrivãocopista e vendedor de sucesso francês que ganhou fama de alquimista após seus supostos trabalhos de criação da pedra filosofal. Casado com Dame Perenelle Flamel, segundo a lenda teria fabricado a pedra filosofal, o elixir da longa vida e realizado a transmutação de metais em ouro por meio de um livro misterioso. Em português também é referido como Nicolau Flamel.
Vida e morte
Flamel foi trabalhar em Paris como escrivão. E em 1364 casou-se com Pernelle, que era viúva. Conseguiu algum dinheiro e passou a dedicar-se ao estudo da alquimia.
Nicolau e sua esposa eram católicos devotos. E, com o passar do tempo se tornaram conhecidos pela riqueza e pela filantropia que realizavam, assim como as múltiplas interpretações que davam à alquimia da época.
Obras literárias

Misteriosos símbolos alquímicos na tumba de Nicolau Flamel na Igreja dos Santos Inocentes em Paris
A Pedra Filosofal
Segundo a lenda, em torno de 1370, Flamel encontrou um antigo livro que continha textos intercalados com desenhos enigmáticos, aparentando hieróglifos. A história de sua vida poderia ser resumida na guarda deste livro, mesmo após muito estudá-lo, Flamel não conseguiria entender do que se tratava. Ainda segundo esta história, ele teria encontrado um sábio judeu em uma estrada em Santiago, na Espanha, que fez a tradução do livro, que se tratava de cabala e alquimia, possuindo a fórmula para a pedra filosofal.
Flamel, a partir de 1380, começou a se dedicar à alquimia prática. Segundo conta-se, conseguiu produzir ouro em torno de 1382 e depois finalmente a transmutação em ouro. Cerca de dez anos mais tarde do início dos experimentos, começou a realizar um grande número de obras de caridade como a construção de hospitais, igrejas, abrigos e cemitérios e os decorar com pinturas e esculturas contendo símbolos alquímicos e muito ouro.
Lenda
A lenda, no entanto, conta que, na realidade, ambos, Flamel e Perrenelle, não morreram, e que em suas tumbas foram encontradas apenas suas roupas em lugar de seus corpos, eles teriam vivido graças ao elixir da longa vida, ao qual, Flamel também teria fabricado.
Flamel deixou um testamento escrito a seu sobrinho, em que revelava os segredos que descobrira sobre a alquimia. O "Testamento de Nicholas Flamel" foi compilado na França no final dos anos 1750 e publicado em Londres em 1806. O documento original foi escrito de próprio punho por Nicholas Flamel em um alfabeto codificado e criptografado que consistia em 96 letras. Um escrivão Parisiense chamado Father Pernetti o copiou e um Senhor de Saint Marc pôde finalmente quebrar o código em 1758.
Foi citado na série de livros Harry Potter como tendo realmente conseguido produzir a pedra filosofal e vivido 665 anos. Ele a teria destruído no final do primeiro livro da série, "Harry Potter e a Pedra Filosofal". Há menção também em O Código Da Vinci de Flamel tendo sido um dos grão-mestres do Priorado de Sião. Foi citado também em "Os segredos de o imortal Nícolas Flamel". Best Sellers de Michael Scott.
Morte e legado
Flamel morreu em 22 de março de 1418, com mais de 80 anos, e sua casa foi saqueada por caçadores de tesouros e gente ávida por encontrar a pedra filosofal ou receitas concretas para sua preparação.
A casa onde Flamel residiu com sua esposa ainda existe. Ela situa-se na rue de Montmorency, no número 51, sendo a mais antiga casa de pedra da cidade. No andar térreo, hoje encontra-se um restaurante.
Seu nome e o de sua mulher foram dados a ruas próximas do Museu do Louvre, em Paris, em homenagem a eles.
Na ficção
·         Sua história foi abordada pelo quadro Mundos Invisíveis, no Episódio 2. Série de documentários do programa Fantástico, apresentado por Marcelo Gleiser em 2007.
·         Lima Barreto, em seu conto A nova Califórnia, nomeia de Flamel o estranho visitante que descobre como transformar ossos de mortos em ouro.
·         Na novela "Fera Ferida" (1993), inspirada na narrativa de Lima Barreto, havia um personagem chamado Feliciano, cuja família foi perseguida e morta na cidade de Tubiacanga. Feliciano, ainda criança, sai fugido da cidade. Depois de adulto, retorna para Tubiacanga para se vingar, sob o nome de Raimundo Flamel (interpretado pelo ator Edson Celulari), pseudônimo que o personagem Feliciano adotou, pois teria sido discípulo do alquimista Nicolas Flamel, suposto descobridor da fórmula para se transformar ossos em ouro.
·         Também citado em "A alquimia do Unicórnio"
·         Citado também no livro "A Profecia Voynich - Criança Índigo"
·         É citado também no livro O Manual do Bruxo de Allan Zola Kronzek e Elisabeth Kronzek.
·         Tem um papel bastante importante no livro "O Alquimista - Os segredos de o Imortal Nicholas Flamel", de Michael Scott, no qual é mencionado como protetor do Livro de Abraão - o Mago, onde se encontra o segredo da Imortalidade e da destruição do mundo. O segundo volume deste livro foi editado em português em Abril, 2009.
·         O personagem Conde do milênio do anime/mangá D. Gray-Man foi inspirado em Flamel.
·         Citado no anime Fullmetal Alchemist, principalmente através do símbolo da cobra em volta de uma cruz (cruz de flamel).
·         Em Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J.K. Rowling, Flamel realmente conseguiu criar a Pedra Filosofal e viveu até mais de 600 anos com sua esposa.
·         Há menção em O Código Da Vinci de Flamel tendo sido um dos grão-mestres do Priorado de Sião.
Ligações externas

.fonte: wikipédia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário