quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

FROZEN - O SATANISMO NÃO ESTÁ CONGELADO


Filme Frozen é acusado de propaganda 


gay e satanismo


Religiosos e blogueiros afirmam que as protagonistas do longa infantil estimulam o lesbianismo e fazem uma crítica à heterossexualidade


Frozen: Uma Aventura Congelante é um sucesso mundial não apenas entre o público infantil, mas também entre os adultos e os críticos de cinema - que deram até o Oscar de melhor animação para a nova produção da Disney. Porém, não são todos que gostaram da história das irmãs Elza e Anna.

Muitos blogueiros, pastores, católicos e escritores têm afirmado que o longa é uma propaganda explícita da homossexualidade e que estimula os jovens a  aceitarem o lesbianismo como algo comum. A repórter do site norte-americano Daily Beast, Caitlin Jackson, reuniu polêmicas sobre a história de Frozen. A principal acusação que o filme sofre é que o poder da princesa Elza, de congelar as coisas, seria uma metáfora ao lesbianismo. 

A teoria que reforçaria este argumento está no fato de ela não se envolver com nenhum príncipe e precisar ficar solitária por anos, até “fazer um grito de liberdade”, com a canção Let It Go, se assumir e mostrar ao mundo quem ela realmente é. Além disso, os críticos afirmam que a animação falam mal dos heterossexuais. Para eles, a personagem Anna seria o símbolo da inconseqüência e superficialidade dos heterossexuais, já que ela deseja se casar com um homem que mal conhece. Outra questão homossexual levantada nas cenas está no fato de que o "amor verdadeiro" acontece mesmo entre as duas irmãs - e não entre Anna e seu pretendente.
Além de ser acusado de promover a homossexualidade, o desenho ainda sofre mais críticas. O pastor, Kevin Swanson, afirmou a um uma rádio norte-americana que o filme é satânico

http://caras.uol.com.br/cinema/filme-frozen-e-acusado-de-propaganda-gay-e-satanismo#.VNNQgp3F-xc


Desenho Frozen recebe carta contestando

 sua 'temática homossexual'


Uma avó, autora do blog 'Uma Mulher Mórmom Bem Comportada', criticou a 'agenda gay' e diz que Frozen incentiva normalização da prática homossexual


O elogiado filme de animação Frozen Uma Aventura Congelante, da Disney, está sendo acusado de conter temática homossexual. Kathryn Skaggs, uma avó americana, autora do blog Uma Mulher Mórmom Bem Comportada, escreveu uma longa carta criticando o longa, que, segundo ela, incentiva a prática homossexual.
"A agenda gay para normalizar a homossexualidade é tecida não apenas como uma mensagem subjacente. Em uma cultura liberal ansiosa em normalizar a imoralidade, isso precisa ser levado a sério", escreveu. "Não tenho problemas com quem acha a homossexualidade boa ou importante para a sociedade. No entanto, não aceito que pais que normalmente não apoiariam a normalização do comportamento homossexual estejam aparentemente cegos para a campanha feita através de filmes infantis e ainda por cima estão transbordando de elogios a 'Frozen'", disse em outro trecho. Ela admite na carta que assistiu ao filme algumas vezes com os netos.
Lembrando que as protagonistas Anna e Elsa, acusadas por Kathryn, são irmãs. O post provocou a ira de defensores dos direitos de homossexuais e de fãs da animação. "Irmãs não podem amar umas as outros em filme agora sem uma mensagem escondida?", rebateu o blogueiro Perez Hilton em seu site. 
Frozen foi eleito o melhor filme de animação no BAFTA, premiação mais importante da Academia Britânica de Cinema, e é o favorito ao Oscar em sua categoria. O filme concorre ainda como melhor canção original.
http://caras.uol.com.br/cinema/desenho-frozen-recebe-carta-contestando-sua-tematica-homossexual-avo-blogueira#.VNNRvZ3F-xd




Nenhum comentário:

Postar um comentário